Blog

Empreendedorismo

Tempo estratégico e não estratégico

5 de janeiro de 2022

Tempo estratégico

É definido como tudo o que se faz e produz lucros.
O papel de um bom administrador é comunicar os funcionários por meio de palavras e atos. Se você mudar a forma pela qual administra o seu tempo e estimular as pessoas à sua volta a fazer o mesmo, haverá centenas de mudanças de comportamento por parte dos membros da organização, os quais esperam que a chefia lhes dê o exemplo.

Os funcionários respondem favoravelmente a vários sinais não verbais que você transmite. Como age, quanto tempo se concentra em resultados, quanta pressa demonstra ter, quão intolerante demonstra ser com o desperdício de tempo. Pense, por exemplo, na última reunião que dirigiu. Era realmente necessário manter todos numa sala por tanto tempo? Qual seria o uso mais proveitoso desse tempo? Questione-se sempre!

Tempo não estratégico

É tudo aquilo que é “trabalho” e atende às exigências de algum “processo”, mas não contribui para aumentar os lucros. Se refere a eliminar reuniões desnecessárias, formulários a serem preenchidos e outras atividades que não são distrações, nem produzem lucro. Elas existem simplesmente por força de hábito, falta de rigor e liderança da gerência.

Muitas vezes por dia, você literalmente desperdiça algum tempo ou permite que isso aconteça em sua organização, e isso não se refere ao tempo gasto em bebedouros ou uma e outra folga para um bate-bola, essas coisas são distrações.

A mensagem que um bom chefe deve, ou pelo menos deveria, transmitir aos seus funcionários é: somos uma empresa exemplar, um lugar de trabalho incrivelmente interessante e estamos aqui para ganhar dinheiro. Temos ainda muito a realizar, muitas oportunidades para aproveitar. Cada parcela, cada fibra, cada dólar, cada minuto da nossa organização deve ser utilizado para desenvolver o nosso potencial e realizar um lucro. Tudo o mais será implacavelmente eliminado. Afinal, o que vocês, funcionários, desejam? Trabalhar para uma firma exemplar ou simplesmente bater o cartão ponto?

As inevitáveis decisões severas e difíceis se tornarão aceitáveis e até mesmo atraentes para os funcionários se você demonstrar, com sua conduta, que como chefe está interessado em resultados e em construir um futuro melhor. No entanto, a mensagem só terá credibilidade se for refletida naquilo que você pratica no dia a dia do seu trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com a gente

RIO GRANDE DO SUL | BRASIL

51 9 9940 4337 51 3088 2058

[email protected]

Alberto Torres, nº 603, sala 303, centro | Lajeado